A imensidão das Salinas Grandes

bartira-sola-no-mundo
Bartira Menezes, a herdeira da Festa do Divino
10 de abril de 2019
dunas-jalapao-solanomundo
O segredo das dunas laranjas do Jalapão
17 de abril de 2019

A imensidão das Salinas Grandes

Tempo de leitura: 1 minuto

As Salinas Grandes de Jujuy!

Entre quatro lindas províncias argentinas existe uma imensa planície branca. Se trata do terceiro maior deserto de sal da América do Sul, ainda pouco conhecido.

Antes mesmo de chegar já se avistam os fotógrafos e seus modelos saltando e fazendo pose, para as mais típicas fotos que um mochileiro pode ter.

O caminho para as Salinas é simplesmente pela Ruta Nacional 52, com paisagens como a Cuesta de Lipán no caminho. Montanhas coloridas, desfiladeiros e riachos.

Quando chove, no verão, é possível ver o céu olhando para o chão, nos reflexos dos espelhos d’agua. Eu fui no inverno, e mesmo sem uma gota de água, fiquei sem palavras.

Fiz o clássico ritual de colocar uma pedrinha de sal na boca e foi como um soco. Aproveitei a parada do passeio para conhecer melhor o guia, que trabalhava no mesmo hostel que eu. Comemos empanadas em bancos de sal e pudemos ver o malabares, violinos, pirâmides humanas e gente que não saiu do carro também.

 

Raquel Cintra Pryzant
Raquel Cintra Pryzant
Raquel Cintra Pryzant, 23, é jornalista e vive em São Paulo entre suas viagens pelo mundo. Ela é autora do projeto Sola no Mundo, viagens por histórias e culturas onde compartilha entrevistas e reportagens de suas viagens. Além de produzir artigos para Worldpackers, a Raquel é colunista da Hostelworld e trabalha como Nômade Digital.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *