Um intercâmbio para aprender espanhol sem gastar fortunas

Voluntariado em zonas de conflito do continente asiático
20 de novembro de 2018
startups-solanomundo
Faça intercâmbio de 1 mês em startups pelo mundo
20 de novembro de 2018

Um intercâmbio para aprender espanhol sem gastar fortunas

Tempo de leitura: 2 minutos
texto-espanhol

Viajar é a forma mais deliciosa de aprender espanhol. Além de ser a língua oficial de 22 países, não é preciso ir tão longe para aprendê-lo. Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, Peru e Uruguai, são alguns dos destinos que você pode escolher fazer intercâmbio para aprender espanhol.

1. Por que aprender espanhol na América do Sul

A Espanha é um país lindo, sem dúvida nenhuma, mas conhecer as belezas do seu próprio continente não tem preço. Assim como o Brasil, os outros países da América do Sul foram colonizados por europeus e levam no sangue a mistura dos indígenas, brancos e povos trazidos para a América como escravos. Assim como não existe só um rosto de brasileiro, não existe um só argentino, boliviano ou chileno. Além disso, você tem mais esses três motivos:

O vôo é mais barato do que para a Europa;
Não precisa de visto;
Vai descobrir uma nova forma de se expressar.

2. Destinos para praticar espanhol na América do Sul

Argentina com a Worldpackers
A Argentina é um dos destinos mais procurados pelos brasileiros. Você pode encontrar diversas oportunidades de voluntariado pela Worldpackers de norte a sul do país.

Existem paisagens para todos os gostos lá. Desertos, geleiras, montanhas, cachoeiras, vinícolas e cidades famosas em todo o mundo. Seus novos amigos argentinos não vão deixar você voltar para casa sem experimentar seus diversos cortes de carne nem seu doce de leite.

Existem infinitas opções de cursos de espanhol na Argentina. Você pode fazer um só para brasileiros, um específico para negócios, para médicos, e ainda um curso com enfoque em culturas, com aulas de tango e culinária.

Entre as principais cidades da Argentina estão Buenos Aires, Córdoba, Mendoza, Bariloche, Salta e Rosário. Mesmo com a situação econômica instável no país, é possível encontrar passagens com um preço bastante atrativo. Os argentinos vivem, a maior parte do ano, no mesmo fuso horário que os brasileiros. Discutir política é algo importante para eles e o futebol é uma paixão nacional.

 

Bolívia com a Worldpackers
Sucre é a capital constitucional da Bolívia e La Paz a sede do governo. Santa Cruz de La Sierra é a cidade mais populosa e em todas elas você vai encontrar cursos de espanhol, oportunidades de trabalho e muita cultura.

A maior planície de sal do planeta, o Salar de Uyuni, fica na Bolívia, a porção de água navegável mais alta do mundo também, o Lago Titicaca. Você certamente vai visitá-los em seu intercâmbio para aprender espanhol.

Os ensinamentos e saberes Quechuas e Aymaras estão vivos no dia a dia dos bolivianos, assim como muitos outros povos que passaram por essa terra.

 

 

Raquel Cintra Pryzant
Raquel Cintra Pryzant
Raquel Cintra Pryzant, 23, é jornalista e vive em São Paulo entre suas viagens pelo mundo. Ela é autora do projeto Sola no Mundo, viagens por histórias e culturas onde compartilha entrevistas e reportagens de suas viagens. Além de produzir artigos para Worldpackers, a Raquel é colunista da Hostelworld e trabalha como Nômade Digital.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *