10 lições que só se aprende depois de fazer mochilão sozinho

Will Smith e o medo de viajar sozinho
8 de junho de 2018
Foto-1-viajar-gastando-pouco-sola-no-mundop
Descubra 3 destinos brasileiros onde ir nas férias com pouco dinheiro
19 de junho de 2018

10 lições que só se aprende depois de fazer mochilão sozinho

Tempo de leitura: 1 minuto
foto-dog-sola-no-mundo

Quer ficar mais forte, atraente, saudável e rico? Fazer mochilão sozinho é a resposta! As lições que você vai aprender em suas férias sozinho vão mudar sua vida. Encontre respostas, melhore sua saúde e se torne seu melhor amigo com essa viagem agora!

1. Fazer mochilão sozinho te deixa mais forte

Sua definição de desafio foi atualizada com sucesso.

O que é um ônibus lotado, uma matéria acumulada ou um almoço na casa da sogra diante dos desafios superados por você nessa viagem?

Você carregou toda sua casa nas costas, por semanas. Se virou solo em um lugar estranho, trilhou quilômetros, tomou banho frio e pegou uma carona. Quanto mais perrengue, mais forte.

Essa força pode se expressar no momento em que tomar decisões se tornar uma tarefa simples, no reconhecimento dos seus pontos fracos e na sua capacidade de sonhar viajar cada vez mais longe de casa e por mais tempo. 

2. Te ensina a lidar com seus medos

 

Pense em uma situação que te apavora. Ela pode acontecer na sua cidade? Se a resposta for sim, se arrisque a caminho da praia em suas próximas férias!

Não é fácil decidir fazer um mochilão sozinho. Você vai precisar se dar um voto de confiança, para ver, que não é tão complicado quanto parece. Com o tempo você reconhece seus medos e começa a viajar mais relaxado. 

 

3. Fazer mochilão sozinho te deixa mais atraente

 

Você terá as melhores histórias. Encante seus crushs com suas novas narrativas fantásticas e receba chuvas de likes em cada foto explorando o mundo. Seu sorriso mais sincero, o peito aberto e a energia lá em cima darão um up no seu poder de atração.

Preparado para descobrir a beleza de ser quem se é?

Você vai se olhar menos no espelho, esquecer da maquiagem, repetir as roupas e se sentir bonito e confiante assim mesmo. Quando o que as outras pessoas pensam tiver menos importância, você vai valorizar o que te faz feliz. Isso não significa se fechar para feedbacks, mas sim, ficar melhor na arte de recebê-los.

Raquel Cintra Pryzant
Raquel Cintra Pryzant
Raquel Cintra Pryzant, 23, é jornalista e vive em São Paulo entre suas viagens pelo mundo. Ela é autora do projeto Sola no Mundo, viagens por histórias e culturas onde compartilha entrevistas e reportagens de suas viagens. Além de produzir artigos para Worldpackers, a Raquel é colunista da Hostelworld e trabalha como Nômade Digital.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *