Conheça a cultura dos povos originários no Pucará de Tilcara

chapada-solanomundo-diamantina
Conheça as histórias e a cultura da Chapada Diamantina sem gastar quase nada
3 de dezembro de 2018
O que fazer, quando ir e onde ficar entre as montanhas de Tilcara
10 de dezembro de 2018

Conheça a cultura dos povos originários no Pucará de Tilcara

Tempo de leitura: 2 minutos
omaguaca-pucara-tilcara-solanomundo

Pucará é o nome dado a todas as fortalezas dos povos andinos, construídas com terra e pedras em altas montanhas.

O Pucará de Tilcara é um dos poucos lugares do mundo onde é possível sentir como viviam os povos originários ao redor da cordilheira dos Andes. A fortaleza foi reconstruída e dividida em bairros. Uma igreja, um necrotério e um curral foram reerguidos depois de muitos estudos. Os etnógrafos responsáveis pela obra ganharam uma pirâmide em homenagem. Ela está no bairro do monumento e destoa um pouco da arquitetura dos tilcaras, povo Omaguaca originário da região.

Conheci o Pucará de Tilcara em uma segunda feira, quando a entrada é grátis. Antes disso, tratei de caminhar pela cidade e todos os dias, algum morador passava por mim com uma bolota na buchecha. Não sabia pra quem perguntar que raio de doença era essa, até que Darío, sem saber, me ensinou sobre as folhas de coca.

“A folha de coca é uma planta sagrada e seus efeitos estão muito distantes daqueles da cocaína. Ela ajuda de forma espiritual e fisiológica aqueles que vivem ou visitam os povos em altitude ao redor da cordilheira dos Andes”

A folha é vendida em qualquer mercado e você não precisa mascar nem tomar qualquer atitude sobre. Basta colocar um punhado no canto da boca, entre as gengivas, como todos lá fazem. Ela vai soltar sua água sozinha e sem nem perceber, você estará caminhando melhor. Quando o gosto passar, coloque suas folhas em baixo de alguma pedra no caminho e agradeça a Pachamama.

pucara-tilcara-solanomundo2

Comprendi aspectos dos povos originários que não estão nos livros. Senti na altitude, na baixa umidade do ar e na terra arenosa a necessidade de desenvolver tecnologias de colheita, de construção e políticas. O Pucará de Tilcara foi construído no alto para o controle da população e principalmente, para proteção. Os tempos de paz eram tão escassos quanto a água em julho.

A primeira invasão registrada em Tilcara foi Inca. O povo Omaguaca resistiu fortemente comandado pelo cacique Curaca Vitipoco. Esse baixinho, narigudo de rosto comprido, como dizem os historiadores, entrou para história defendendo seu povo por anos. Os Omaguacas conseguiram passar sua arte de tecer, cerâmica e agricultura adiante.

Os Omaguacas plantavam quinoa, batata e milho. Caçavam animais selvagens e criavam lhamas. Utilizavam a madeira dos cactos gigantes, chamados cardones, para estruturar suas casas e sabiam, como ninguém, escolher uma bela vista. De qualquer ponto do Pucará é possível admirar as altas montanhas coloridas de Jujuy.

pucara-tilcara-solanomundo

Raquel Cintra Pryzant
Raquel Cintra Pryzant
Raquel Cintra Pryzant, 23, é jornalista e vive em São Paulo entre suas viagens pelo mundo. Ela é autora do projeto Sola no Mundo, viagens por histórias e culturas onde compartilha entrevistas e reportagens de suas viagens. Além de produzir artigos para Worldpackers, a Raquel é colunista da Hostelworld e trabalha como Nômade Digital.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *